1. Skip to Menu
  2. Skip to Content
  3. Skip to Footer

Parte I - Nossos Pecados e Miséria

Dia do Senhor 2

P.3. Como é que você sabe dos seus pecados e miséria?

R. Pela lei de Deus.1

1. Rm 3.20; 7.7-25.


P.4. O que a lei de Deus exige de nós?

R. É isso o que Cristo nos ensina resumidamente em Mateus 22.37-40: “Amarás o Senhor, teu Deus, de todo o teu coração, de toda a tua alma e de todo o teu entendimento.1 Este é o grande e primeiro mandamento. O segundo, semelhante a este, é: Amarás o teu próximo como a ti mesmo. Destes dois mandamentos dependem toda a Lei e os Profetas2”.

1. Dt 6.5. 2. Lv 19.18.


P.5. Você consegue guardar tudo isso perfeitamente?

R. Não.1 Sou, por natureza, inclinado a odiar a Deus e ao meu próximo.2

1. Rm 3.10, 23; 1Jo 1.8, 10. 2. Gn 6.5; 8.21; Jr 17.9; Rm 7.23; 8.7; Ef 2.3; Tt 3.3.


Dia do Senhor 3

P.6. Então, Deus criou o homem assim tão mau e perverso?

R. Não, pelo contrário, Deus criou o homem bom1 e à Sua imagem,2 isso é, em verdadeira justiça e santidade,3 de modo que ele pudesse conhecer corretamente a Deus, o seu Criador,4 amá-lO de coração, e viver com Ele em eterna felicidade para O louvar e glorificar.5

1. Gn 1.31. 2. Gn 1.26, 27. 3. Ef 4.24. 4. Cl 3.10 5. Sl 8. 52


P.7. De onde veio, então, a natureza corrompida do homem?

R. Da queda e desobediência dos nossos primeiros pais, Adão e Eva, no Paraíso.1 Ali a nossa natureza tornou-se corrupta2 de tal modo que somos todos concebidos e nascidos em pecado.3

1. Gn 3. 2. Rm 5.12, 18, 19. 3. Sl 51.5.


P.8. Mas, somos tão corruptos que não somos capazes de fazer bem algum e somos inclinados a todo o mal?

R. Sim,1 a menos que sejamos gerados novamente pelo Espírito de Deus.2

1. Gn 6.5; 8.21; Jó 14.4; Is 53.6. 2. Jo 3.3-5.


Dia do Senhor 4

P.9. Mas, Deus não age injustamente com o homem ao exigir em Sua lei aquilo que o homem não consegue cumprir?

R. Não, pois Deus criou o homem de tal forma que ele era capaz de a cumprir.1 Mas o homem, sob a instigação do diabo,2 em desobediência deliberada,3 privou a si mesmo e a todos os seus descendentes destes dons.4

1. Gn 1.31. 2. Gn 3.13; Jo 8.44; 1Tm 2.13, 14. 3. Gn 3.6. 4. rm 5.12, 28, 19.


P.10. Permitiria Deus que uma tal desobediência e apostasia ficasse sem castigo?

R. Certamente que não, pois tanto o nosso pecado original quanto os nossos pecados presentes O deixam terrivelmente irado. Por isso Ele os castigará com justo juízo agora e eternamente,1 conforme declarou:2 “Maldito todo aquele que não permanece em todas as coisas escritas no Livro da lei, para praticálas” (Gl 3.10).

1. Gn 2.17; Ex 34.7; Sl 5.4-6; 7.11; Na 1.2; Rm 1.18; 5.12; Ef 5.6 Hb 9.27. 2. 27.26. 53


P.11. Mas Deus não é também misericordioso?

R. Deus é verdadeiramente misericordioso,1 mas também é justo.2 A Sua justiça requer que o pecado cometido contra a Sua suprema majestade seja castigado também com a pena mais severa, quer dizer, com o eterno castigo do corpo e da alma.3

1. Ex 20.6; 34.6, 7; Sl 103.8, 9. 2. Ex 20.5; 34.7; Dt 7.9-11; Sl 5.4-6; Hb 10.30, 31. 3. Mt 25.45, 46.

Quem está online

Temos 80 visitantes e Nenhum membro online

Instituto João Calvino

O Instituto João Calvino (também chamado "Centro de Estudos Teológicos das Igrejas Reformadas do Brasil") é um projeto de educação teológica que visa a preparação de homens para os oficios na igreja de Cristo. Curta a página no Facebook!

Catecismo de Heidelberg

 

É com imensa alegria que comunicamos, que para o a comemoração dos 450 anos do Catecismo de Heidelberg, foi criado um site sobre o mesmo e uma página no Facebook para reunirmos materiais relacionados ao mesmo. Visite o site!